A MINHA HISTÓRIA: EU ODIEI A FACULDADE | Catarina Filipe Líder Toni 43996647900

 

TRANSFORME AGORA SEU WHATSAPP EM UMA SUPER MAQUINA DE VENDAS!​

Seu WhatsApp trabalhando 24horas por Dia sem limites de disparo, permitindo escalar seu negócio até as nuvens

Quer testar o sistema?

Entre em contato!

[contact-form-7 404 "Not Found"]
     

Eleito melhor Kit de sistema de propaganda no

Whatsapp

do marcado, com o melhor custo beneficio

   

FaceBook Extractor original com garantia de 12 meses

   

Ferramenta muito poderosa para remarketing e

Hipersegmentação para Facebook Look a Loke

Filtro Validador e Separador

       

WhatsApp em Massa

O sistema esta semana esta em promoção!

Comprando por deposito você ganha licença

para um ano do sistema postador de grupos

Economizando R$ 399,00

   

Cadastre-se na Crescer Livre com Líder Toni:

Fale com Líder Toni Via Whasapp CLICK  AQUI

         
20 Comments
  1. Marta F 3 weeks ago

    Foi um video muito bonito e sincero Catarina.. Nao ligues aos comentarios das pessoas que dizem que nao foi a altura ideal. eu ja estou no 6 ano de faculdade (e ultimo), e acho que para as miudas mais novas que ainda nao entraram é muito bom elas saberem os dois lados que podem estar a espera delas. pode correr tudo muito bem, ou pode tambem nao correr. e é melhor elas irem preparadas para tudo e saberem de ambos os lados, do que irem iludidas que tudo é maravilhoso e depois ser um choque. por isso meninas mais novas, agradeçam porque é sempre bom conhecer a experiência das outras pessoas… maturidade nao é aprender so com os nossos erros/experiencias. maturidade é aproveitar as experiências dos outros para melhorar a nossa vida. beijinho Catarina e muitas felicidades*

  2. João André 2 weeks ago

    Faculdade é venderem-te a banha da cobra, literalmente.

  3. Marta Brito 2 weeks ago

    Adorei este vídeo ❤️

  4. Joana Sousa 2 weeks ago

    Já me sinto assim e ando no 10, ainda…. :/

  5. Fábio Freitas 2 weeks ago

    Não leves a mal mas eu ia às aulas todos os dias e também não queria ficar nos grupos de trabalho dos que nunca iam as aulas.

  6. Soberana da Noite 2 weeks ago

    Olá! É muito raro ver os teus vídeos. Acho que só vejo quando falas de coisas mais sérias. Como foi este.
    E posso subscrever o que disseste. Não foi tão mau quanto o teu, mas foi igualmente mau. « As praxes são oprimas para fazer amigos ». Nop. Nop nop nop. Fez-me conhecer muita gente e aliviar a solidão que sentia. Mas amigos? Os poucos que fiz foi fora delas. Eles eram pessoas completamente diferentes de mim. E não aceitavam isso. Não compreendiam. E ainda gozaram com isso. À frente do politécnico todo!!! O meu primeiro ano naquela porcaria foi completamente para esquecer!! E também não tinha o melhor ambiente em casa. Cheguei a ter ataques de pânico nas viagens de regresso quando ia de fim de semana, porque não queria voltar àquele inferno. E também faltei muito as aulas em que sabia que podia facilitar. Ainda por cima já tinha feito o mesmo curso no secundário, então já conhecia as bases que eles estavam a dar. Posso dizer que não me motiva muito.
    Depois tive a sorte de conhecer 2 pessoas de quem me tornei muito amiga. E também tive a sorte de saber que uma rapariga tinha desistido, então pedi pra trocar de turno com ela. Como ela não tencionava voltar, não lhe fazia diferença, e assim pude ficar no turno das duas amigas que tinha feito e fazer trabalhos de grupo com elas e tudo. E depois também me comecei a dar com mais pessoas… decididamente, aquele turno era muito melhor que as infelizes pessoas que haviam no turno em que tinha calando inicialmente. Aí, com essa troca a meio do 2 semestre, as coisas começaram a melhorar. E trouxe muito boas recordações. E cresci muito com aquilo que lá passei. E ainda bem. Porque aprendi a não me apegar tanto e a ser mais forte e fria, a cortar com as pessoas que me faziam mal.
    Hoje, 6 anos depois, uma dessas raparigas ainda é minha amiga. Tornou-se uma das melhores amigas que tenho (só tenho 2) e é das melhores pessoas que tenho na minha vida. Aqueles 3 anos valeram a pena só pelo facto de hoje a poder ter ao meu lado. Mesmo estando longe uma da outra.
    Por isso, nós não somos todos iguais. Nem sempre nos encontramos naquele ambiente, naquela grupos. Mas temos que ter força, não desistir, focarmo-nos no curso e pensar: isto passa. É só até terminar o curso.
    Um enorme beijinho e muito obrigada por teres partilhado a tua história. Foi bom (infelizmente) saber que não fui a única. ❤️

  7. Rita Raquel Reis 2 weeks ago

    Obrigada Catarina acabaste de falar tudo aquilo que eu sinto e ainda por cima fora do meu país. O que não nos mata torna nos mais fortes, são fases que nos fazem crescer muito. Muita força para ti :))

  8. Tita Soares 2 weeks ago

    Obrigada pela tua opinião e de certa forma nos alertares 😍😍😘

  9. Rodrigo Rodrigues 2 weeks ago

    Acho que o truque está na espectativa, (para tudo). Partilho da tua história, muito idêntica à minha. Take care.

  10. Raquel Madeira 2 weeks ago

    Es depressiva

  11. Teresa Barbosa 2 weeks ago

    Obrigada por teres feito este vídeo, I swear, devia M E S M O haver mais realismo quando se fala da experiência académica, porque grande parte está super bem inserido e outra grande parte não tem alguém com quem tenha à vontade suficiente para pedir algum apontamento de uma aula a que não conseguiu ir. Parece que acontece tudo demasiado rápido e os amigos fazem-se logo de início e, quando não nos integramos logo, dai para a frente parece que se torna cada vez + difícil ter uma relação minimamente verdadeira com alguém.. e depois da perda de motivação para ir a um dia inteiro de aulas sem nunca se ter a certeza se alguém vai almoçar contigo, começas a ficar mais e mais “de fora”, provavelmente vão rotular-te de “baldas” e alguém que não quer saber, quando na verdade és alguém que não se sente apoiado na faculdade e escolhe fazer por si sozinho, estudar mais em casa e cafés do que lidar com a solidão que é estar no meio de imensa gente da mesma idade que não te vê como “um deles”. A solução é ser superior às bad vibes que rodeiam e focar que o que importa mesmo é acabar a licenciatura e fazer o melhor por nós próprios sem perdemos a nossa essência para forçar amizades . ✌🏻✌🏻

  12. Paula Correia 2 weeks ago

    História igual à minha…para mim a faculdade foi encarada como um emprego. Andei lá para estudar e nada mais….nunca fui a uma festa ou a um jantar. Viagem de finalistas nem pensar! Almoçava fora da faculdade e se porventura tinha algum furo, era certo que me ia embora e não voltava para as restantes aulas. Passou-se e quase não guardo memórias desses tempos. Melhores anos foram mesmo os do secundário

  13. Marta Morta 2 weeks ago

    Quem te mandou ir para gestão…? 😛

  14. Marilia Alv 2 weeks ago

    É a primeira vez que vejo este video. Devo dizer que a faculdade não é aquilo que muita gente diz e tenta iludir. No meu primeiro ano fui com a ilusão que me passavam.. Na realidade foi completamente o oposto. Apenas é bom para alguns, há pessoas que acabam por ter sorte.. Mas para outros não. No meu caso encontrei-me longe de casa, a viver sozinha e com pessoas com quem eu não me dei bem, a meio do ano tive necessidade de arranjar outra casa.. mas numa altura pouco conveniente. Estava numa turma com pessoas com quem eu não me identificava, sentia-me muito isolada. Ainda tentei fazer alguns amigos, mas todas essas "amizades" acabaram em desilusão.. Houve uma fase em que estava a detestar o meu curso por várias razões e tive a necessidade de fazer uma pausa e arranjar outros planos.

    Acho que este video mostra os dois lados da moeda. As pessoas que entram devem ir preparadas para tudo em vez de estarem iludidas de que vai ser tudo muito bom.. Não vai.

  15. Bia Severino 2 weeks ago

    FAZ MAIS VÍDEOS DESTES!!!!

  16. Boringpiriquita 2 weeks ago

    Olá olá, acabei de ver um vídeo teu sobre as tuas compras no jumbo, sobre o que compras, e sobre a nutricionista… e vim parar a este vídeo!
    Não estou muito a contar com ir para a faculdade por razões minhas, mas acho que é bom para ti partilhares a tua experiência apesar de ter sido má, lamento que isso te tenha acontecido, mas acredita que se aconteceu, era porque tinha que acontecer, e mesmo tendo tu passado por isso, cresceste, e pelo que vejo pela tua maneira de falar e de ser um pouco pelos vídeos, que tens uma personalidade forte, e acho que foi muito bom teres ido para uma psicóloga, porque de facto é bom saberes que nada vai sair dali e que podes dizer o que quiseres ali sem seres julgada por aquilo que estás a dizer sobre ti, sobre os teus problemas, por vezes por mais insignificantes que sejam, não passei por isso, e mais uma vez lamento que tenhas passado!!
    Não desistas do youtube, nem da tua vida, e não ligues a quaisquer comentários, pois a vida é tua, tu fazes os teus próprios amigos, e isso que passaste foi um pouco como um abre olhos para veres quem realmente importa na tua vida, e quem realmente está sempre lá para ti, sê forte em todos os obstáculos que apareçam!!
    E apesar, de te "ver" pela primeira vez, gostei daquilo que vi, e era giro para mostrares um pouco a tua história, aquilo que já passaste, porque muitas pessoas podem realmente estar a passar por algo que já passaste, e ouvir uma "palavra amiga" pode realmente mudar muita coisa!!
    Muitos parabéns por teres chegado onde chegaste, continua assim!! Um beijinho enorme para ti!! Muita força!!

  17. Marisa Ferreira 2 weeks ago

    O meu primeiro ano de faculdade também foi complicado. Confesso que não sou a pessoa mais extrovertida, não tenho facilidade em fazer amigos, mas tentei, ao máximo, mudar isso, assim que meti o pé na faculdade. Sou açoriana, e fiz questão de não alterar a minha maneira de ser (especialmente o sotaque), nem estar. Apesar de introvertida, procurei ajuda de uma açoriana, que também andava na faculdade, para me ajudar a orientar. Ela foi das melhores pessoas que conheci, no Porto. Basicamente, não me quis envolver na praxe, nem noutras atividades académicas, porque me sentia ''do lado de fora''. Primeiro dia de aulas, conheci uma rapariga, e falamos durante dois dias. Depois disso, ela encontrou alguém com quem se identificava mais, e, então, fiquei sozinha. Tentei meter conversa com várias pessoas, mas ninguém parecia interessado, parecia que já havia grupos definidos e não havia espaço para mais ninguém. Então, sim, eu era aquela pessoa que se sentava sozinha nas aulas, ia para os intervalos sozinha, se metia num canto a mexer no telemóvel sozinha, preferia ir a casa almoçar que almoçar sozinha na faculdade, enfim… Para mim, isso foi um choque, porque toda a gente diz que o pessoal do Porto é extremamente acolhedor e simpático, mas chegou a um ponto em que as únicas pessoas que eram simpáticas comigo eram as senhoras do Pingo Doce… Enfim, passou-se o primeiro semestre e, no princípio do segundo, comecei a bater mal. Passava o dia a uma taça de cereais, não conseguia dormir mais do que 3 horas por dia, ficava de cama o dia todo, porque não tinha forças pra fazer mais nada, até que, finalmente, percebi que, antes da faculdade, estava a minha saúde, o meu bem estar. Apesar de ter tido colegas de casa espetaculares, foi um alívio saber que não tinha de voltar àquele ambiente da faculdade. Acabei por voltar aos Açores, ingressei na universidade de cá, estou no meu segundo ano de curso e, por incrível que pareça, falo com praticamente toda a minha turma, tenho amigos, sinto-me bem, acolhida!! Em contrapartida, tenho colegas de casa bem podres, mas não se pode ter tudo… Não consigo perceber onde falhei, na minha primeira faculdade. Mas acredito que, simplesmente, não era ali que estava o meu futuro. E o que tem de ser, tem, realmente, muita força. Acredito que o pessoal do norte seja do melhor, mas eu não tive sorte de experienciar isso…

    Ufa, desculpem o desabafo/testamento, entusiasmei-me xD

  18. Vitor Viana 2 weeks ago

    Ufffaahhhhh… Graças a Deus por existires! Este vídeo representa tanta gente e tantas histórias (algumas também minhas).
    Obrigado por esta revelação, porque vai ajudar tanta gente… 👏🏽👏🏽

  19. Sara Gonçalves 2 weeks ago

    Eu ando no secundário e nem me dou com a minha turma, são mesmo imaturos. Nem quero saber na faculdade 😶

  20. Mónica Tadeu 1 week ago

    Gostei muito de ver o vídeo. Foste sincera e foi muito bom ter ouvido o teu desabafo e as tuas dicas. Foste muito forte Catarina!

Leave a Reply

WhasApp COM INFORMAÇÕES 439 9664 7900

©SITE PERTENCE A EQUIPE CRESCER+ Líder Toni 4399647900 whasapp

Log in with your credentials

Forgot your details?